Sábado, 19 de Junho de 2021
 

Correios investe R$ 1,1 bilhão em infraestrutura

Uma série de medidas estruturantes, que visam à sustentabilidade econômico-financeira e a retomada dos altos padrões de qualidade dos Correios, viabilizou o incremento de caixa e a realização de cerca de R$ 1,1 bilhão em investimentos e BTS (Built to Suit) por parte da estatal, em 2019 e 2020, com alguns destaques:

R$ 313 milhões para ampliação/modernização da frota de veículos com aquisição de mais de 13 mil veículos;

R$ 101 milhões em ativos de tecnologia, com foco na melhoria da capacidade de armazenamento das informações e na atualização do parque de informática;

R$ 153 milhões investidos na automação do tratamento de objetos, com vistas a aumentar a eficiência e eficácia da capacidade operacional instalada;

R$ 430 milhões para ampliar a infraestrutura de tratamento de encomendas.

Esses números, vinculados à expansão dos negócios e aos últimos resultados, demonstram que os Correios estão se modernizando e investindo em sua capacidade produtiva e de infraestrutura - o que possibilita a melhoria da qualidade dos serviços prestados aos clientes.

Os resultados positivos alcançados no último ano são fruto das medidas adotadas pela atual administração da estatal, que reduziu custos e aumentou investimentos, melhorando a qualidade dos serviços e, consequentemente, a receita da empresa.

“Com as melhorias de gestão implementadas e o incremento de caixa, atualmente a estatal opera com resultado econômico-financeiro positivo e se posiciona como uma empresa dinâmica, adaptável às novas realidades e tendências do mercado”, ressalta o presidente dos Correios, Floriano Peixoto.

Ao total, nos últimos anos foram investidos R$ 286 milhões (2017); R$ 225 milhões (2018); R$ 333 milhões (2019) e R$ 338 milhões (2020). Vale ressaltar que, além do investimento de mais de R$ 670 milhões, nos últimos dois anos também foram destinados cerca de R$ 430 milhões para BTS (ampliação da infraestrutura de tratamento de encomendas).