Quarta-Feira, 2 de Dezembro de 2020
 

Assassinato de homem negro por seguranças do Carrefour

(Foto: Reprodução Redes Sociais)

Cena do homicídio no Carrefour Passo D'Areia, em Porto Alegre

Um homem negro foi espancado e morto por dois seguranças de uma unidade do Carrefour no bairro Passo D'Areia, em Porto Alegre, na véspera do dia da Consciência Negra. Segundo relatos, João Alberto Silveira Freitas, de 40 anos, foi levado após um desentendimento para o estacionamento do hipermercado, onde a agressão o levou à morte.

O homicídio foi gravado, e o vídeo corre nas redes sociais. O assunto está entre os mais comentados das redes, dia em que se celebra a Consciência Negra.

Os seguranças envolvidos na operação – um deles um policial militar – estão presos. O Carrefour disse em nota que lamenta o ocorrido e que fará imediatamente o rompimento do contrato com a empresa de segurança, assim como a demissão do gerente da loja no momento da agressão. A loja permanecerá fechada, em sinal de respeito.

Por meio de nota, a OAB disse lamentar profundamente a morte de João Alberto e afirmou que acompanhará todo o processo de investigação para que, "obedecidos os princípios constitucionais da ampla defesa e do contraditório, com o devido processo legal, possam os responsáveis pela morte do João Alberto responder pelos seus atos, na forma da lei".