Quinta-Feira, 22 de Outubro de 2020
 

Águas Castilho destaca o panorama entre saneamento e meio ambiente

Preservação dos córregos da cidade é um dos principais benefícios dessa importante relação

Castilho - O saneamento básico está presente na vida de todos os moradores de Castilho, porém poucos entendem o quanto é importante para a saúde da população, o desenvolvimento econômico da cidade e, principalmente, para o meio ambiente.

Em Castilho, a Águas Castilho direciona todos os seus esforços para melhorias constantes nos sistemas de água e esgoto da cidade, proporcionando um equilíbrio harmonioso entre saneamento e meio ambiente.

Para se ter ideia, quando a empresa começou a atuar no município, foi direcionado investimentos em estudos para adequações das estações de tratamento de esgoto do município, Bairro 17 e Laranjeiras. Desde então, ambas atendem às exigências da Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo.

A concessionária também investiu na melhoria e impermeabilização das lagoas de tratamento garantindo melhor estabilidade, resultando em qualidade e atendimento aos padrões ambientais, evitando contaminações do solo, além de melhorar ainda mais a operação desses sistemas.

Desta forma, 100% do esgoto gerado pelos moradores passa por um rigoroso processo nas Estações de Tratamento de Esgoto com alta eficiência na remoção de cargas orgânicas, ou seja, o efluente é devolvido para a natureza com qualidade para manter os ecossistemas equilibrados atendendo aos padrões de qualidade estipulados em legislação.

Segundo o diretor operacional da concessionária, Antonio Hercules Neto, mesmo atingindo a cobertura plena dos serviços de água e esgoto, os investimentos são mantidos para manter o funcionamento dos sistemas, sempre buscando novas tecnologias do setor com o olhar voltado para o desenvolvimento sustentável.

“Sabemos do nosso compromisso com o município e com o meio ambiente, diante dessa responsabilidade nossa equipe trabalha todos os dias para agir de forma ágil e precisa em soluções relacionadas à captação, tratamento e distribuição de água e coleta e tratamento de esgoto”, explica.

Poluição X Saneamento

A falta de saneamento básico pode proporcionar degradação ambiental. Segundo estudos do Instituto Trata Brasil, todos os dias, 3,5 mil piscinas olímpicas de esgotos são despejadas em rios, mares e cursos d’água, apenas pelas 100 maiores cidades brasileiras.

De acordo com especialistas do Instituto, um rio, córrego ou bacia que sofre alguma contaminação pode acabar matando várias espécies de uma cadeia alimentar, por exemplo, e afetar um ecossistema inteiro. Para as cidades, isso pode representar um surto de doenças ou uma infestação de insetos ou pragas, por exemplo.

A empresa lembra que Castilho não faz mais parte dessa realidade já que os dejetos produzidos pela população são todos destinados às estações de tratamento de esgoto e passam por um processo de tratamento de acordo com o Decreto Estadual 8468 - Artigo 18, Conama 357.

Educação Ambiental

Outra frente de atuação da concessionária é a educação ambiental. Entre elas, destaque para o plantio de mudas de árvores nativas, tanto nas instalações da empresa como em áreas públicas.

São ações que envolvem a participação popular, principalmente de alunos da rede pública de ensino, com palestras e encontros realizados em parceria com a Prefeitura de Castilho, com o intuito de promover a conscientização ambiental por meio do aumento de áreas verdes e da biodiversidade.

Como a população pode colaborar?

Um ecossistema preservado e serviços de saneamento aplicados de forma correta colaboram diretamente para a qualidade de vida da população. Portanto, a participação ativa das pessoas é fundamental.

Segundo Hercules, com pequenas atitudes é possível ampliar a consciência ambiental. “Usar água de forma responsável em casa, não jogar lixo no vaso sanitário e restos de comida nos ralos são ações muito importantes para manter o pleno funcionamento das redes de coleta de esgoto e evitar o desperdício de água”, afirma.