Sexta-Feira, 22 de Janeiro de 2021
 

Chocolate com Pimenta - Márcia Canevari

A pandemia tem um culpado: a China

Não podemos solucionar o problema de pandemias sem a participação do regime autoritário que governa 20% da humanidade Só se fala do coronavírus, mas já estou pensando na próxima pandemia e em como lidar com ela.

Isso por que

Num mundo cada vez mais interligado, pode ter certeza que haverá outra. E de onde virá? Não sabemos, mas podemos especular, olhando para as origens das anteriores: a gripe de 1958 veio da China, a gripe de 1968 veio da China, em 2002 o Sars veio da China, a gripe suína de 2009 provavelmente veio da China, e agora o Covid-19 veio da China.

Só que o Partido Comunista

Que acha que não precisa prestar contas a ninguém tem adotado uma postura beligerante — veja o que aconteceu quando Eduardo Bolsonaro ousou dizer algumas verdades nuas e cruas — e não coopera com o resto do mundo.

No mês passado

Reclamei da resistência dos chineses em colaborar com a OMS e as demais agências especializadas. Agora a situação mudou, mas não muito: dados começaram a fluir, mas, como sempre na China, parecem maquiados, não são confiáveis, e a presença de estudiosos independentes continua severamente restrita.

Mesmo assim

O diretor da OMS tem proferido elogios pelas parcas informações, com medo de ofender os chineses e ter a porta fechada novamente.

Como é praxe nas ditaduras

A reação oficial à crise, inicialmente muito lenta, pulou de 8 a 80. Depois de fingir durante dois meses que nada estava errado, o governo decretou uma série de medidas drásticas: milhões em quarentena obrigatória, a construção de novos hospitais em apenas dez dias e censura ainda mais ferrenha da internet, borrando qualquer crítica do descaso inicial e impossibilitando a troca de informações entre populares e governantes.

The New York Times

Como o presidente da Câmara Europeia de Comércio em Pequim declarou ao New York Times, “a caixa de ferramentas dos chineses parece ter nada mais que martelos”. Pior ainda, defensores do regime têm sustentado que as críticas ao país e à maneira como a crise foi enfrentada lá são racistas.

Não são

Ninguém está reprovando Taiwan, Hong Kong ou Cingapura — a maioria de seus cidadãos também têm ascendência chinesa — pelas políticas de seus governos. Não, o alvo é apenas a República Popular da China (RPC) — que de “república” ou “popular” não tem nada.

Incoerências

Há várias outras incoerências na resposta da RPC que devem preocupar a todos nós. Depois de condenar medidas de outros países para evitar que o vírus se alastre — evacuação de estrangeiros de Wuhan, proibições à entrada de chineses — como alarmismo indevido, a China tomou as mesmas providências assim que o número de casos lá começou a cair.

Ao mesmo tempo

Lançou uma campanha para semear dúvidas sobre as origens do vírus: um porta-voz da chancelaria declarou que na verdade ninguém tem certeza de onde veio o vírus, e no dia 12 outro, usando um aplicativo bloqueado na China, tuitou que “talvez tenha sido o Exército Americano que trouxe o vírus a Wuhan” e que Washington “nos deve uma explicação!”.

Inverdades

Mas, enquanto Donald Trump e Jair Bolsonaro sofrem críticas duras (e justificadas) por terem atrapalhado a resposta de seus governos, a televisão estatal chinesa (não existe outra) mostra famílias em quarentena, em cenas claramente encenadas, aplaudindo de suas janelas o máximo líder, o infalível Xi Jinping — o principal responsável pela propagação mundial da doença.

Crise negra

E, com a crise aparentemente começando a minguar, o aparelho de propaganda passou, inclusive, a exigir o agradecimento do resto do mundo à China, que “sozinha, com sua própria força, barrou decididamente a epidemia”. É muita cara de pau.

Na verdade

Se existe racismo, é por parte dos próprios chineses. Em 1982, fui direto do Rio de Janeiro para ser correspondente em Pequim e senti na pele a xenofobia e o desprezo que infectam a sociedade chinesa. Brasil e Estados Unidos são países pluralistas, uma “geleia geral”, para roubar a frase genial de Gilberto Gil, de várias raças, etnias, povos e religiões.

A China não:

De seu 1,4 bilhão de habitantes, 92% são da etnia han, ensinados a pensar que, como detentores de uma civilização de 5 mil anos, são superiores aos demais. Na rua, os poucos negros foram rotineiramente chamados de “macacos”, os japoneses de “bárbaros peludos” e os brancos de “yangguidz”, ou “demônios-fantasmas de além-mar”.

Direitos e deveres

A China tem o direito de se governar do jeito que quiser. Mas não pode, de jeito nenhum, brincar com a saúde do resto do mundo só para proteger os interesses de uma elite que acha que todo mundo que não é han é inferior. Aí está o grande perigo. O Covid-19 vai passar. A prepotência da RPC, não. (Fonte Época).

De 'simples gripe' a 'arma chinesa':

Como a extrema-direita americana cobriu o coronavírus. Na Casa Branca, alguns se referem a doença como o “vírus de Wuhan” ou o “vírus chinês”, termo repetido pelo presidente Donald Trump em algumas declarações à imprensa.

Uma declaração do deputado federal

Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) responsabilizando a China pela pandemia de coronavírus provocou uma crise diplomática com o país. Por meio de seu embaixador no Brasil, Yang Wanming, o país asiático, que é o principal parceiro comercial do Brasil, manifestou veemente repúdio a uma declaração do deputado, chegando a dizer que o filho do presidente Jair Bolsonaro "contraiu um vírus mental" em Miami.

O deputado

Também passou adiante uma mensagem dizendo que “A culpa pela pandemia de Coronavírus no mundo tem nome e sobrenome. É do Partido Comunista Chinês”, que trazia denúncias de que Pequim foi negligente sobre a gravidade do novo vírus.

O comportamento

De Eduardo mimetiza o do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que tem chamado a Covid-19 de “o vírus chinês”, expressão considerada racista. Em uma entrevista, Trump voltou a usar o termo, falando em uma “guerra dos EUA contra o vírus chinês”.

Parceria

A China é o maior parceiro comercial do Brasil, e figura como uma das principais fontes de investimento estrangeiro direto no país. Em 2019, a balança comercial com o país asiático teve superávit de mais US$ 30 bilhões de dólares: o Brasil exportou US$ 65,3 bilhões, e importou US$ 35,8 bilhões.

OPINIÃO: Luiz Mattos

Só discordo dessa parte "Ao voltar de Miami, contraiu, infelizmente, vírus mental, que está infectando a amizades entre os nossos povos.”. Ele já traz esse virus mental desde que nasceu.

Paulo Cesar

Este papo de Brasil acima de tudo é mais uma das centenas de mentiras que ele espalha assim que abre a boca. Bolsonaro é uma desagregador, agente do caos e sonha em dar um golpe. Se não o tirarem ele vai incendiar o país. Temo que não o tirem, pois sabemos que nosso país é cheio de acordos suspeitos. Histórias mal acabadas como a renúncia de Collor e o impeachment de Dilma.

Agnaldo Teixeira Fontes

Enquanto tivermos cavalgaduras impondo ao Brasil, o complexo de "vira-latas" jamais será uma nação. Os amestrados comunistas, partidários da diplomacia de anões dos governos petistas, já se esqueceram de Chernobil, dos "kumpanheros" russos, agora o coronavírus escondido pelos chineses. Vindo dos comunistas, para eles, até fétidos "puns" é musica clássica.

Luciano Silva

Ué, mas o vírus não é chinês não? A gripe aviária não é chinesa não? Qual o problema de mostrar a verdade? Outra: estranhamente a Rússia está tendo pouquíssimos casos de covid-19. Fechou suas fronteiras já em Janeiro. O mais interessante é que a China já sabia, nesta época, do que o corona era capaz. País criminoso, ditadura criminosa. Dar nome aos bois jamais deveria ser problema.

Reinaldo da Silva Brandão

Eduardo Bolsonaro falou verdade , verdade dói hora de mudança 31 de março neles.

Arnaldo Andrade

Reinaldo - Eduardo é fantasista e irresponsável. O Brasil precisa da China e não é o momento de afrontar os chineses. Você, Reinaldo, é um tonto que teve o cérebro lavado pelo discurso de extrema-direita olavista. Acorde.

Eduardo Lima

Não importa de onde veio o vírus. Com a globalização, qualquer novo vírus que venha a surgir está a um vôo de distância de se espalhar. Estamos em um momento onde o governo precisa falar pouco, falar o essencial para gerar segurança para o futuro da nação, não gerar instabilidade generalizada. A fala de Eduardo Bolsonaro, no estilo teoria da conspiração é motivo imediato para o mesmo, pela amplitude que isso pode tomar e piorar muito o cenário catastrófico atual, se desculpar com o governo chinês.

Luiz Reginaldo Curado

Quem vai pedir desculpa para às milhares de famílias que já perderam seus entes queridos nessa pandemia chinesa? Esse político invertebrado Rodrigo Maia devia respeitar os mortos e suas famílias. Alguém ignora que toda essa pandemia teve origem na china? Agora esse político invertebrado tem o descaramento de pedir desculpas a quem está destruindo a humanidade e a economia mundial. Toma vergonha! Vai para lá!

Eduardo Giuliani CrescimentoInclusivo Blog

China é um dos países mais Iluminados do Planeta. Junto com Singapura possuem histórico de sucesso econômico e social inigualável na História da Humanidade. Dinastia Bozo tentando queimar nosso filme com nosso principal parceiro comercial e quem mais pode nos ajudar nesta crise. As frases do bozinho comprovam QI de ostra e o embaixador deu resposta adequada. Único comentário é que nenhum tipo de vírus consegue espaço em cérebro de ostra.

Luiz Reginaldo Curado

Para agradar, esse político oportunista invertebrado pede desculpas. Fala em nome dele somente. Quem vai pedir desculpa pelas milhares de pessoas vítimas do vírus chinês? É a grande contribuição do partido comunista chines para a humanidade - corona vírus e a economia mundial - recessão máxima. Capacho!

Nunes Mares

China escondeu de forma irresponsável ou talvez premeditada, pelo menos por 4 meses, enquanto isso chineses viajavam pelo mundo espalhando o vírus? e uma questão técnica apenas.

Fernando Comparato

Chamo a atenção dos colegas leitores e assinantes para o uso, pela embaixada chinesa, da técnica de "retuitar" para dizer pela boca do outro o que não seria conveniente escrever com a assinatura do embaixador por baixo. Bolsonaro e os filhos são mestres e retuitar e, claro, dizer que o texto não é deles... Agora Eduardo tomou do mesmo veneno! Bem feito. E ainda foi acusado de ter um vírus no cérebro. Lembrei logo da Síndrome da Vaca Louca, embora ela não seja viral. Oh tempos....

Djalma Roberto Bonfante

Vamos torcer para que esse governo tenha êxito mas, se não começar pelo silêncio, fica quase impossível de isso acontecer.

Fernando Comparato

Djalma - Na sua primeira frase você recorre a um "voto democrático clássico" - O famoso "vamos torcer pra que esse governo tenha êxito". Só que há, no caso, um conflito interno na frase. E onde está ele? Na palavra "êxito". O bolsonarismo tem um projeto de poder autocrático, de inspiração olavista. O "êxito", o objetivo do bolsonarismo é um regime autocrático de extrema-direita. Não é um projeto democrático. Fique atento.

Djalma Roberto Bonfante

O povão continua defendendo as atitudes, as falas da família do presidente. Só esquece-se de uma coisa; ela está imune à crise econômica que será muito grave e, tem condições de se tratar num bom hospital, caso se alguém dela venha se contaminar. Nem o presidente, nem a família dele é responsável por essa pandemia mas, são responsáveis pro gerar conflitos desnecessários e tele o presidente tomar as medidas necessárias tardias.Nenhum tipo de fanatismo é salutar.

Luiz Carlos Velloso da Silva

Vamos deixar de hipocrisia, o Eduardo não disse nenhuma mentira, a China foi negligente e escondeu a presença do novo vírus ´por muito tempo, exatamente como fez a Russia com Chernobil. Procurem saber quando começou na China, foi por volta de setembro/2019, mas só foi noticiada para o mundo em Janeiro. Alem disto procurem saber sobre as ações das empresas chinesas. Sempre a hipocrisia de esquerda.

Arnaldo Andrade

Suas datas estão atrapalhadas, Luiz Carlos. Não coincidem com as da OMS. Você puxa para trás algumas empurra para frente outras, faz comparações inapropriadas e chega a uma "narrativa de redes sociais". Só que você não está nas redes sociais. Aqui a sua narrativa é simplesmente "distópica". Pouco vale.

Vasco Gomes de Araujo Filho

É fácil prever que a vacina tem grandes chances de vir de lá pois há mais tempo estão pesquisando... Como ficará o Brasil tendo que se humilhar mundialmente à China para obter essa medicação, enquanto isso quanto sofrimento e mortes dentre o povo brasileiro pode advir dessa inconsequência, dessa atitude egoísta e nada inteligente do Eduardo Bolsonaro?

Responsabilidade

A China deverá ser responsabilizada por esse caos no mundo todo, a OMS e a ONU devem cobrar essa responsabilidade e fazê-los pagar por isso indenizando as pessoas atingidas pelo coronavírus.

Djalma Roberto Bonfante

Luiz Carlos, com todo o meu respeito a sua opinião, mas, nem tudo pode ser dito, ainda mais se tratando de autoridades. Quanta coisa eu gostaria de dizer, porém, não posso. A China é o maior parceiro comercial do mundo. Praticamente todos os países do mundo dependem da China. Alguns por ter de importar produtos dela, outros para exportar para esse gigante consumidor. O Brasil exporta minério de ferro, soja além de outros produtos. O Brasil precisa muito mais da China do que ela do Brasil.

Alan Calazans

A verdade doi nos dias de hoje…. foi a China mesmo a grande culpada por essa disseminação!! Agora falar a verdade nos tempos do politicamente correto não pode né...

Djalma Roberto Bonfante

O momento é muito difícil e, deveria ser de harmonia e união de todos os poderes, de todas as pessoas para enfrentar a gravidade que a situação exige, no entanto, o povo elegeu o punhado de amadores, vaidosos e irresponsáveis para governar o país. Infelizmente, o Brasil será muito mais atingido por essa crise e essa pandemia do que os demais.

João dos Santos Paiva

Djalma, com todo o respeito, sua postagem soa “tonta”. Peça a alguém para que a leia sem saber que é sua. Ao final o leitor lhe perguntará que Poliana foi essa que escreveu a postagem.

Celso Rossi

O Eduardo está se mostrando um cara totalmente sem noção. Tem horas que ele entra num estado de euforia e só fala infantilidades. Eu não votei nele, votei no pai e não me arrependo.

Jorge Wehbeh

Todos os últimos vírus apareceram na China que infelizmente comem qualquer bicho, desde insetos até macacos, então a responsabilidade é de quem com o aparecimento desses vírus, está certo sim, a responsabilidade é da China que tem 1,4 bilhões de habitantes e não tem de alimentar decentemente a todos e com isso grande parte do povo come esses animais que acabam transmitindo o Vírus pro ser humano. Quer que desenhe!!!!

Arnaldo Andrade

Mais uma vez, Jorge - Do ponto de vista da virologia você disse uma bobagem imensa, Jorge! De onde é que você está trazendo essas informações?

Jorge Wehbeh

Acorda pra realidade, não é política é saúde pública, e é na China que apareceram os vírus H1N1, gripe aviária, suína e agora o Coronavírus. Portando a responsabilidade ou melhor irresponsabilidade é da China!!!

China

Penso que Deus está punindo os chineses, pois a maldade que fazem com os animais inocentes é muito grande. Vi vídeos onde o peixe ainda está vivo sendo fatiado em meio a temperos fortíssimos. Cães são jogados vivos no óleo quente para serem degustados. O sofrimento desses animais é muito grande e isso fere o coração de Deus. Essa é minha opinião.

Bom dia, leitor!