Quarta-Feira, 25 de Maio de 2022
 

Em café da manhã, Executivo Municipal agradece setor de Obras pelo trabalho desenvolvido

Além dos agradecimentos, o prefeito Paulo Boaventura falou sobre o reajuste salarial, e um estudo para alteração de salários defasados

Castilho - Na manhã da última terça-feira, (18), o prefeito Paulo Boaventura e o vice, Marcos Visual, foram até o almoxarifado, na Secretaria de Obras, para um bate papo com os servidores do setor, e os integrantes da Frente de Trabalho "Cidade Acolhedora".

Neste 'café da manhã', prefeito e vice, acompanhados da Secretária de Administração Eunice Pereira, da Chefe de Gabinete, Daniele Natal, da secretária-adjunta de Obras, Ligia Rampazzo e do Presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais, Benedito Alves Santana, agradeceram o trabalho desempenhado pelos trabalhadores.

"Queremos agradecer o trabalho de vocês. Tudo que vem sendo desenvolvido em nossa cidade, é porque vocês fazem de Castilho, uma cidade mais bonita, bem cuidada e gostam do que fazem", destacou o Chefe do Executivo.

O vice-prefeito, lembrou da época em que passou pelo setor

“Fui funcionário dessa pasta, e sei que por aqui, passam pessoas honestas, trabalhadoras e que ajudam a cidade a se manter. São homens e mulheres que nos fazem querer trabalhar com mais afinco, e que abraçaram a nossa ideia de uma Administração mais acolhedora”, destacou ele.

Responsável pelo setor, a engenheira Ligia Rampazzo reiterou os agradecimentos feitos pelo prefeito e pelo vice, e acrescentou que “enquanto houve comprometimento, o trabalho será feito com maestria. Por isso, agradecemos a todos por tudo que tem sido feito em relação ao que é solicitado. Vocês merecem nossa gratidão”.

Novidades

“Quero deixar aqui, um comunicado a todos vocês, informando que, estamos estudando a readequação salarial de alguns cargos que já estão defasados. A valorização do funcionalismo público é uma de nossas maiores metas, e vamos trabalhar por isso”, disse Paulo.

Com tantas novidades sendo anunciadas, o prefeito Paulo falou sobre a antecipação da data base para pagamento do dissídio que, antes era abril, passa a ser em janeiro. Ou seja, o reajuste salarial (aprovado pela Câmara após envio do Executivo Municipal), começa a ser pago já nos vencimentos referentes a janeiro de 2022 e não em abril como seria antes da alteração.

Além do reajuste de 13% no salário dos servidores, o Vale Alimentação também terá um aumento. São R$ 60,00, passando de R$ 640,00 para R$ 700,00.