Sexta-Feira, 16 de Abril de 2021
 

Preocupados com nova cepa do coronavírus e reabertura da pesca, prefeito e vice visitam bairros ribeirinhos

Equipes da Vigilância Sanitária estão visitando pousadas, ranchos, bares e similares para conferir medidas preventivas adotadas e fornecer orientações do Plano SP para cada segmento

Castilho - Apesar de entender a importância do Turismo de Pesca para centenas de piloteiros, proprietários de ranchos, pousadas e restaurantes, o prefeito Paulo Boaventura está cauteloso em relação à recepção de tantos pescadores neste momento tenso onde todas as regiões do Estado emitem alertas sucessivos sobre o aumento nas internações hospitalares e nova onda de contaminações pela Covid-19.

Preventivamente, ele pediu às equipes de Vigilância Sanitária de Castilho que foquem os seus esforços em visitar novamente os bairros ribeirinhos, para reforçar o alerta sobre os cuidados necessários para prevenir o avanço do coronavírus no município.

Orientação sobre protocolos setoriais

Neste trabalho, a Vigilância tem conferido se as pousadas, restaurantes, bares e demais estruturas que recepcionam os pescadores, estão adequadas aos protocolos municipal e estadual de enfrentamento ao coronavírus, como os avisos para uso obrigatório de máscaras em áreas públicas, disponibilidade de álcool em gel para higienização das mãos, ajustes para manter o distanciamento social e, principalmente, o respeito às normas restritivas de ocupação dos ambientes.

A preocupação neste sentido é para evitar a lotação superior a 40% da capacidade de leitos, nos locais de refeição e também nos bares, conforme determinam tanto o Decreto Municipal quanto o Estadual referente às medidas de contingência sobre aglomeração da Fase Amarela do Plano São Paulo.

A orientação segue os protocolos setoriais específicos do Plano São Paulo para meios de hospedagem, bares, restaurantes e similares, e também os relacionados a turismo e viagens (principalmente as recomendações sobre aluguel de embarcações, com e sem tripulação, contidas nas páginas 08 e 09).

“Neste período, centenas de famílias saem de suas cidades e estados em busca do lazer proporcionado pela pesca, e Castilho é um dos principais destinos destes pescadores. Isso significa que muitos deles estão saindo de regiões onde os casos de coronavírus aumentaram significativamente e algumas já registram contaminações pela nova cepa da Covid-19.

Já estamos enfrentando tempos difíceis, com a ocupação de leitos nos hospitais de Castilho e região chegando ao limite e os casos não param de aumentar. Por isso, estamos realizando este trabalho preventivo junto às pousadas e restaurantes, renovando os alertas para proprietários e funcionários cumprirem à risca os protocolos preventivos para proteger não apenas os seus hóspedes e clientes, mas também suas próprias famílias e colaboradores”, ponderou Paulo Boaventura.

A ação iniciada na sexta-feira, 26, tem caráter educativo e visa orientar os ribeirinhos e visitantes sobre as novas regras de prevenção à Covid-19 aprovadas no mesmo dia pelo Comitê Técnico de Enfrentamento à Pandemia do Coronavírus, que segue o protocolo Estadual, adotando o toque de recolher em todo o território municipal diariamente, entre as 23h e as 05h da manhã.

As novas medidas que foram anunciadas na última sexta-feira (26) continuarão vigentes até que o Governo Paulista anuncie outras mudanças no Plano São Paulo.