Sexta-Feira, 16 de Abril de 2021
 

Meio Ambiente aumenta trabalho de limpeza de terrenos para evitar crise da Dengue em Andradina

Andradina - As equipes do Almoxarifado e do Meio Ambiente continuam na linha de frente no combate à dengue e limpeza de terrenos na cidade. Segundo a secretária de Meio Ambiente, Leila Rodrigues, desde janeiro o Governo de Andradina iniciou uma ação contundente para limpar os terrenos em situação de abandono na cidade.

“Percebemos que em 2020, pouco foi feito neste sentido e, se nada for feito rapidamente, Andradina poderá bater recordes de número de casos de Dengue”, disse Leila. 

Segundo a secretária, a ação e programada e tem base em notificações antigas onde os proprietários nunca tomaram providências para a limpeza de seus terrenos. “A Secretaria está ampliando as ações de limpeza de casos como este e também de terrenos baldios. Proprietários podem ser multados e até mesmo ter que pagar a conta da limpeza feita pela prefeitura”, disse.

A maior preocupação da secretária está em relação a chegada do período chuvoso e sua relação com o aumento nos casos de Dengue.

Cooperação

Leila rodrigues também acredita que a população está começando a se prevenir. Somente na semana passada, durante a vistoria a terrenos sujos foram encontrados cinco terrenos que já haviam sido limpos pelos proprietários. “A conscientização é a melhor arma contra esse tipo de situação pois o que está em jogo é a saúde dos cidadãos”, afirmou.

Córregos e Bueiros

As equipes de trabalho da prefeitura também está realizando a limpeza dos córregos, bueiros e outros cursos d’água na área urbana da cidade. “A medida evita a proliferação de insetos, como o mosquito da dengue”, disse Leila.

O Governo de Andradina está solicitando ao cidadão que não jogue nenhum tipo de lixo nas margens ou leito dos cursos d’água, já que a cidade conta com um serviço de coleta de resíduos sólidos e úmidos eficiente.

As equipes do Meio Ambiente e Almoxarifado vão continuar o trabalho em conjunto para minimizar ao máximo a incidência de casos de Dengue, que voltam a ser uma preocupação regional.

Além de retirar lixo e objetos desses locais, as equipes estão aparando a vegetação rasteira e retirando a vegetação morta. “Algumas pessoas ainda insistem em jogar lixo nos leitos dos córregos e até mesmo em bueiros. Os cidadãos tem que ter consciência que este tipo de atitude vai contra a própria saúde pública”, disse a secretária Leila Rodrigues.