Sábado, 27 de Fevereiro de 2021
 

Denúncia infundada: Secretaria de Saúde repudia denuncia sobre vacinação

A secretaria de saúde repudia veementemente a informação de que teria havido vacinação de pessoas fora da lista de prioridade em Andradina

Andradina - Sobre operação da Polícia Civil na Central Covid, a Secretaria Municipal de Saúde Andradina esclarece que não houve a realização de vacinação de pessoas que não se enquadram no grupo de prioridade da 1ª fase da vacinação contra o Covid 19.

Pela falta de materialidade da denúncia, buscando manter a necessária integridade de dados sensíveis relacionados à saúde, a Secretaria de Negócios Jurídicos da Prefeitura de Andradina apenas solicitou da autoridade policial, Dr Raoni Spect das Selvas, Delegado de Polícia Titular da DIG (Delegacia de Investigações Gerais) que fizesse o pedido na forma de ofício requisitório, não havendo qualquer negativa no fornecimento da lista dos vacinados.

A Secretaria de Negócios Jurídicos apenas requereu que o pedido feito pela policia judiciária fosse formalizado e não verbal. É necessário esclarecer ainda que por volta das 13h30 o ofício do delegado foi recebido e que será respondido no prazo legal, nos autos do inquérito instaurado.

Esclarecemos ainda que o não fornecimento de dados dos pacientes de forma verbal se deu apenas para preservar a integridade de dados sensíveis referentes aos pacientes, que são protegidos pela Lei Geral de Proteção de Dados.

A Secretaria de Saúde de Andradina esclarece ainda que todos os vacinados nesta primeira fase também são registrados no Instituto Butantã seguindo protocolo da Secretaria Estadual de Saúde para a aquisição da segunda dose, portanto é “impossível” burlar os parâmetros estabelecidos para a vacinação no Estado de São Paulo.