Terça-Feira, 2 de Março de 2021
 

Enfermeira com 27 anos de carreira será a primeira vacinada na rede pública

A enfermeira tem quase de 30 anos de dedicação a saúde municipal

Andradina - Há 27 anos Luzia Arcângelo dos Santos Augusto, de 62 anos, se dedica a cuidar das pessoas como um verdadeiro sacerdócio. São décadas de um trabalho diário e abnegado.

Sem descanso ela é uma das profissionais da rede municipal de saúde que atuaram dia após dia na linha de enfrentamento ao Covid-19, colecionando histórias de dor mas também aquelas de vitórias da vida.

“Sua dedicação não foi esquecida pelos colegas de trabalho que a escolheram para ser a primeira pessoa da rede pública a receber a primeira dose da vacina Coronavac na manhã desta quinta-feira (21)”, disse o vice-prefeito e médico Paulo Pereira Assis.

Luzia tem 12 anos de trabalho na Santa Casa de Andradina e mais de 15 na rede municipal, onde passou por UBSs, Central de Vacinas, Pronto Socorro e atualmente trabalha na UPA 24 Horas.

“Vi o Covid levar muita gente conhecida e popular na vida da nossa cidade e estou muito agradecida pela lembrança. Quero ser vacinada e ter muita força pra continuar nesta luta que ainda não acabou”, disse a enfermeira.

De acordo com o secretário de Saúde, Dr. João Leme, tudo está sendo preparado para dar início à vacinação em Andradina na Enfermaria da Central Covid, à partir das 8 horas desta quinta-feira (21). Na ocasião outras profissionais da Central Covid receberão a primeira dose.

“A vacina está sendo priorizada aos profissionais da saúde que atuam na linha de frente do combate ao Covid-19, que é o público considerado de maior vulnerabilidade devido ao frequente contato com pacientes nas unidades de atendimento e também a idosos maiores de 75 anos”, afirmou o secretário.

A inclusão de Andradina entre as primeiras cidades a receber a Coronavac foi anunciada pelo prefeito de Andradina Mário Celso Lopes durante uma audiência com o Secretário de Desenvolvimento Regional Marcos Vignoli, na semana passada.

A região de Araçatuba, de acordo com a Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, receberá 3.640 doses da vacina Coronavac, produzida por meio de parceria do Instituto Butantan com o laboratório Sinovac. Para Andradina virão 996 doses da Coronavac.