Segunda-Feira, 26 de Outubro de 2020
 

Candidato a vereador é assassinado durante live no interior de Minas

(Foto: Reprodução / Facebook)

Candidato a vereador é assassinado durante live em MG

Cássio Remis (PSDB) é ex-presidente da Câmara Municipal de Patrocínio, a 393 km de Belo Horizonte, e candidato a vereador; ele era opositor do prefeito

O ex-presidente da Câmara Municipal de Patrocínio e candidato a vereador, Cássio Remis (PSDB), foi morto a tiros na tarde de quinta-feira (24). O assassinato foi confirmado pela Polícia Militar e teria acontecido após uma live transmitida em uma rede social do político. Ninguém foi preso até o momento.

Remis realizava uma transmissão ao vivo em uma rede social, denunciando uma suposta obra irregular realizada pela Prefeitura de Patrocínio, a 393 km de Belo Horizonte. Durante a transmissão, Remis capta o momento em que um veículo branco se aproxima. Um homem desce do carro e é identificado pela vítima como Jorge Marra, secretário municipal de Obras e irmão do prefeito, Deiró Marra (DEM).

O candidato a vereador chega a anunciar a chegada do opositor durante a live. Está aqui agora o secretário que veio aqui para me agredir. De acordo com o tenente-coronel Caixeta, que atendeu à ocorrência, depois de ter levado o celular do candidato do PSDB, o homem entrou de volta no carro e seguiu em direção à Secretaria de Obras.

A vítima foi atrás do autor para tentar pegar o celular de volta. Neste momento, o "autor sacou um revólver e efetuou disparos contra a vítima". Quando o homem se aproxima da vítima, o celular começa a balançar. Cássio chega a pedir para o homem não quebrar o aparelho. Neste momento, a transmissão é interrompida. Ainda segundo o militar, o autor do crime deixou o local em uma caminhonete Hillux.

Célio Ribeiro-Estagiário do R7 sob a supervisão de Flavia Martins y Miguel.