Sábado, 15 de Agosto de 2020
 

Cadastro do Governo de Andradina vai mapear e oferecer apoio a profissionais da área de cultura

Cadastro Municipal de Profissionais de Cultura é destinado a pessoas físicas e jurídicas. Cultura também vai auxiliar no ingresso à Lei Aldir Blanc

Andradina - O Governo de Andradina através da Secretaria de Cultura está realizando o Cadastro Municipal de Profissionais de Cultura destinados a pessoas físicas e jurídicas. O objetivo do projeto é consolidar a cultura como instrumento permanente de mapeamento e gestão de informação.

Artistas, técnicos (as), agentes culturais, fazedores (as) de cultura, demais profissionais da cadeia produtiva cultural e estabelecimentos de promoção a cultura podem realizar o cadastro através do site oficial do município – www.andradina.sp.gov.br. No endereço eletrônico você também encontra mais informações sobre o projeto.

O cadastro é gratuito e estará aberto para todas as áreas de atuação sendo válido até dezembro de 2020 e renovado anualmente. Caso o interessado tenha dificuldades de realizar a inscrição de modo on-line, poderá tirar dúvidas pelo telefone (18) 3723-4877.

Segundo explica o secretário da pasta, José Ricardo Calestini, existe uma necessidade de um mapeamento dos articuladores e fazedores de cultura do município, para melhor implementação de políticas públicas.

Ricardo explica que nesta etapa a pasta também auxiliará a participação dos cadastrados na Lei Aldir Blanc, como ficou conhecida, com o objetivo de ajudar profissionais e organizações culturais que perderam renda em razão da pandemia do novo coronavírus.

A Lei concede o pagamento de uma renda emergencial aos trabalhadores da cultura em três parcelas de R$ 600 e também subsídio mensal para manutenção de micro e pequenas empresas e demais organizações comunitárias culturais e de espaços artísticos que tiveram que paralisar as atividades por causa da covid-19.

“Existe uma série de documentações e exigências e auxiliaremos os profissionais a conseguirem ingressar no direito ao auxílio”, completa o secretário.