Quinta-Feira, 16 de Julho de 2020
 

Fundação Educacional de Andradina: Inovação em cenário de Pandemia

Andradina - Em março deste ano começamos a viver uma situação muito atípica, com a implantação do distanciamento social. As aulas que na Fundação Educacional de Andradina (FEA) sempre foram exclusivamente presenciais, tiveram que ser interrompidas para atender as medidas preconizadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e Governo Estadual (SP). Assim, novas possibilidades de aprendizado foram criadas, com o objetivo de levar um estudo de qualidade aos nossos alunos.

Segundo a Profa Carla Renata Baleroni Guerra, Diretora Acadêmica das faculdades, inicialmente as atividades presenciais foram paralisadas e foi concedida férias aos alunos, corpo docente e funcionários a fim de nos organizarmos para enfrentar essa nova situação.

No final de abril retornamos as atividades acadêmicas com aulas remotas on line, através da plataforma de ensino remoto G Suite, possibilitando assim uma padronização da qualidade das aulas para todos os alunos. Esse período de organização foi primordial e o resultado foi surpreendente e com grande aceitação por parte dos acadêmicos.

Nesse mesmo período a mantenedora entendendo sabiamente as dificuldades financeiras que o país se encontra, e mantendo a chama acesa e o sonho dos alunos em ter uma formação profissional, concedeu 40% de desconto nas mensalidades escolares.

As atividades não param!

Mesmo com o ensino presencial interrompido devido a pandemia, a FEA não parou totalmente as suas atividades. O Curso de Medicina Veterinária da FEA possui Hospital Veterinário próprio, onde os alunos tem a oportunidade de desenvolver as atividades práticas e treinar suas habilidades. Os atendimentos ocorrem em diversas disciplinas, dentre elas a clínica médica, cirúrgica, exames laboratoriais, diagnóstico por imagem, e hoje é a principal referência na região.

Por ser classificada como uma profissão essencial, e atender diversas cidades, medidas foram tomadas para evitar aglomeração e proporcionar cuidados com a antissepsia dos alunos, funcionários e público em geral. Tornou-se obrigatória à utilização de equipamentos de proteção individual, como máscaras e luvas, e elaborado regras e horários específicos para o atendimento.

Foi realizada palestra de esclarecimento para os alunos e pais, sobre a situação epidemiológica atual da cidade e da região quanto aos números de casos de Covid 19 e as principais formas de transmissão e prevenção.

As inovações no ensino não param: FEA sempre a frente

O curso de Serviço Social organizou no período de 18 a 22 de maio um Ciclo de Palestras on line a fim de comemorar o Dia do Assistente Social e agendada outras atividades para os próximos meses.

Atento as inovações no campo da Medicina Veterinária, o curso realizou palestra sobre termografia, com a conceituada Dra. Daniela Scamtamburlo Denadai, e com a participação de 180 alunos e organização do GEEQUI (Grupo de Estudos de Equinos). A termografia é uma técnica que permite mapear um corpo ou uma região com o objetivo de distinguir áreas de diferentes temperaturas, sendo, portanto uma técnica que permite a visualização artificial da luz dentro do espectro infravermelho.

E essa semana teve início o Ciclo de Palestras que o curso de Medicina Veterinária da FEA está promovendo em parceria com o laboratório Zoetis Brasil Saúde Animal e GEAC (Grupo de estudos em animais de companhia). Esse evento acontecerá nos meses de maio e junho, onde serão realizadas 6 palestras.

Segundo o Prof. Dr. Fabio dos Santos Nogueira, coordenador do curso, o evento tem 350 inscritos de mais de 35 faculdades (Jataí, Vila Velha, Goiânia, Campo Grande, Londrina, Palotina, Uruguaina, Unaí, São Paulo, Manaus, Niterói, Porto Alegre, Juiz de Fora, Fortaleza, Ourinhos, Campina grande, Araçatuba, Teresina, Curitiba, Mossoró, Viçosa, Federal do Acre, Presidente Prudente, Mogi das Cruzes, Belém, Lauro de Freitas, Brasília, Vitória, Rio de Janeiro, Salvador, Vale do Jequitionha, Teresópolis, Castanhal, Santo André, Matipó), além da presença de alunos do Paraguay e da Argentina.

Segundo Fábio, a repercussão foi grande e muito positiva. Conseguimos uma interação dos alunos de diversas regiões e de outros países. Temos um grupo de alunos e professores comprometidos com o ensino de qualidade. Com certeza a FEA está no caminho certo, que é a de expansão e crescimento, mesmo nesse momento de distanciamento social.