Domingo, 24 de Maio de 2020
 

Prefeita Fátima conquista liberação de aterro e economizará R$ 80 mil por mês

Castilho - Na tarde de segunda-feira, 11, a Prefeita Fátima Nascimento visitou a ampliação do aterro sanitário e comemorou a liberação do local. Desde novembro do ano passado o município não tinha mais onde enterrar o resíduo doméstico e pagava cerca de R$ 80 mil por mês para que uma empresa terceirizada levasse o lixo embora.

“É mais uma conquista. Ficamos praticamente dois anos batalhando para conseguir regularizar essa área e a documentação necessária, como a licença ambiental”, explicou Fátima Nascimento. Fabiano Augusto Castilho Teno, engenheiro ambiental, afirmou que havia dado início nos documentos em maio de 2018, pois previa que o então aterro não suportaria por muito tempo, como de fato ocorreu.

De acordo com o engenheiro da prefeitura, Willian Calestine, que acompanhou a Chefe do Executivo no aterro, esse investimento garante uma tranqüilidade de pelo menos mais 15 anos. Esta é a vida útil calculada para a área de quase 5 hectares e que já pertencia ao município, anexa ao antigo aterro.

As valas já estão sendo abertas para que ainda nesta semana possam receber os resíduos domésticos. Sendo assim, a cidade deixa de pagar à empresa que cobrava para transportar o lixo castilhense e o recurso será usado para investimento na Secretaria Municipal de Obras.

“Quem agradece é o meio ambiente, pois estaremos dando destinação adequada ao lixo e também é um grande alívio para os cofres públicos, pois vamos economizar e muito. Aliás usaremos essa verba para equipar ainda mais o setor de Obras e até quem sabe comprar uma nova pá carregadeira”, comemora a Prefeita.

Para o engenheiro ambiental Teno, se a população colaborar com a separação dos materiais recicláveis a vira útil do novo aterro poderá durar bem mais do que a expectativa e ao mesmo tempo todos estarão ajudando a associação dos catadores de material reciclado.

“Sem contar que também essas ações garantem pontos importantíssimos para a conquista do selo de município verde azul”, finaliza.