Sábado, 4 de Dezembro de 2021
 

“Acidentes entre ruas Ceará e Dom Bosco vão reduzir muito com a instalação de lombofaixa,” diz Coxinha Prando

Andradina - O presidente da Câmara Municipal de Andradina, Helton Rodrigo Prando (PRTB), popularmente conhecido como Coxinha, encaminhou requerimento ao Poder Executivo sugerindo a instalação de lombofaixa no cruzamento das ruas Ceará e Dom Bosco, local muito conhecido pela grande ocorrência de acidentes. 

Coxinha Prando justificou no requerimento que, “tendo em vista que o referido local possui um trânsito intenso, e com as obras de recapeamento efetuadas recentemente naquela via pública, os motoristas estão desenvolvendo alta velocidade, e com isto vem colocando em um risco constante as vidas de pedestres e moradores daquela localidade. Daí a necessidade de um estudo maior por parte da engenharia de tráfego do município, com adaptações de segurança e trafegabilidade.” Citou. 

“Hoje fico extremamente agradecido ao prefeito Mário Celso Lopes e ao setor de almoxarifado da prefeitura, através do coordenador Paulo Sales, que atenderam meu pedido e fizeram a instalação desta lombofaixa, que era fruto de muitas reclamações dos munícipes que passam por ali todos os dias, além do risco que os próprios comerciantes locais enfrentam no dia a dia.” Disse o presidente Coxinha Prando. 

O comerciante do gênero alimentício popularmente conhecido por Garapa, que tem seu comércio naquela esquina diz que está muito mais seguro após a instalação da lombofaixa, “sou comerciante aqui há anos, já presenciei vários acidentes por aqui, inclusive vários acidentes até no mesmo dia, hoje me sinto muito mais seguro como usuário da via pública e como comerciante, agradeço o prefeito e ao Coxinha por atender nossas solicitações.” Concluiu Garapa. 

As lombofaixas surgiram como um dispositivo de trânsito urbano voltado para o “acalmamento” do tráfego. Juntamente com outros dispositivos, a faixa elevada é como o próprio nome indica, a elevação da pista veicular nos locais de travessia dos pedestres, na mesma altura da calçada.

Com este formato ela consolida o conceito de total prioridade do pedestre na travessia, ao proporcionar a continuidade do plano da calçada. Ao mesmo tempo obriga o condutor a reduzir a velocidade de seu veículo.  

Cada vez mais numerosas nas cidades brasileiras, juntamente com os demais princípios do tráfego acalmado, as intervenções na via utilizando faixas elevadas foram sendo implantadas e cadastradas no trânsito brasileiro, chegando ao interior dos estados como grande referência a todos os usuários da via pública.