Sexta-Feira, 16 de Abril de 2021
 

Advogado Alfredo Scaff confirma pré-candidatura a presidência da OAB SP

“A OAB tem por obrigação retribuir o esforço da advocacia, sem olhar para a cor da gravata, pois somos todos iguais e a Casa é e deverá ser Nossa”, disse Scaff

São Paulo – Em 2021 a advocacia paulista irá eleger a diretoria Secional, conselheiros secionais e federais, além de diretores da CAASP e Subseções da OAB SP, para o triênio 2021/2023, quando o pleito eleitoral deverá ocorrer em novembro em todo país.

 As normas eleitorais constam no Estatuto da OAB, no Regulamento Geral da Ordem e no Provimento 146/2011. O edital de abertura do período eleitoral será publicado no Diário Oficial até 45 dias antes da votação, quando ocorre nominata dos membros da Comissão Eleitoral.

Podem candidatar-se, conforme o art. 63§ 2º, do Estatuto da Advocacia, o advogado e a advogada “com situação regular junto à OAB, não ocupar cargo exonerável ad nutum, não ter sido condenado por infração disciplinar, salvo reabilitação, e exercer efetivamente a profissão há mais de cinco anos".

Alfredo Scaff base conservadora

No Estado de São Paulo, a base conservadora da OAB será representada pelo advogado Alfredo Scaff. Com o lema “Fazer o futuro e recuperar o tempo perdido”, o pré-candidato está em contato com grupos conservadores de praticamente todos os municípios paulistas, de onde vem recebendo grande parcela de apoio, que o tem surpreendido.

“Estamos mostrando nossa plataforma e reafirmando que a OAB não tem partido, está a serviço da advocacia e de mais ninguém. Pretendo trazer a sociedade civil conosco, retribuir o esforço da advocacia, com união e igualdade, pela reconstrução de uma Ordem sob medida para suprir as necessidades do advogado, pois é para isso que a OAB foi criada”, afirmou Alfredo Scaff.

Datas das Eleições:

Ocorrem na 2ª quinzena do mês de novembro no ano do último mandato (Seccionais e Subseção) e a posse ocorre em 1º de janeiro de 2022, com mandato de três anos (trienal).