Quarta-Feira, 2 de Dezembro de 2020
 

Ministério da Saúde prorroga período de atuação de médicos nos municípios

(Foto Primeira Hora)

Medida vale para profissionais formados em instituições brasileiras ou com diploma revalidado no Brasil e intercambistas

O Ministério da Saúde abriu a possibilidade de prorrogação excepcional, pelo período de mais um ano, para os profissionais que atuam no programa Mais Médicos selecionados pelo 15º ciclo do projeto. A medida foi definida pelo Edital nº 12, publicado no Diário Oficial da União (DOU) de quarta-feira (18).

A prorrogação vale para médicos formados em instituições de educação superior brasileira ou com diploma revalidado no Brasil (CRM Brasil) e também para médicos brasileiros formados em instituições de educação superior estrangeiras, com habilitação para exercício da medicina no exterior (intercambista individual).

No total, 531 médicos terão sua prorrogação automática. O profissional que não desejar prorrogar o período de atuação nos serviços do SUS deve manifestar desinteresse por meio do Sistema de Gestão de Programas. O cronograma estará disponível em breve em maismedicos.gov.br. Pelo mesmo endereço, será divulgada a relação preliminar dos médicos aptos para a prorrogação excepcional. Questionamentos também podem ser feitos por meio do Disque Saúde 136, opção 8.

Programa mais médicos

O Programa Mais Médicos faz parte de um conjunto de ações do Ministério da Saúde para fortalecer a Atenção Primária à população. Atualmente, mais de 16 mil médicos já atendem em 3.822 municípios brasileiros e Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEI), reforçando o enfrentamento à Covid-19 no país.

A Atenção Primária é a principal porta de entrada do Sistema Único de Saúde (SUS), e é nesse nível de atenção que 80% dos problemas de saúde são resolvidos.