Segunda-Feira, 24 de Fevereiro de 2020
 

Prefeita Fátima recebe cadeira de rodas da campanha “Lacre Solidário”

Castilho – O gesto solidário de cada castilhense resultou na primeira cadeira de rodas obtida por meio da arrecadação dos lacres de latinhas. A Prefeita Fátima Nascimento recebeu a cadeira nesta segunda-feira, 03, em seu gabinete por meio do secretário de Obras e coordenador da campanha, João Rodrigo Begas Prado, o Pradinho.

Mais uma vez ela agradeceu o empenho de todos aqueles que colaboraram para tornar real um projeto que nasceu dois anos atrás na cidade. “Vejo aqui nesta cadeira de rodas a imagem de cada castilhense que contribuiu com um ou milhares de lacres. Talvez muita gente não acreditou que isso seria possível, mas hoje provamos que a união realmente faz a diferença quando pensamos no bem em comum”, destacou.

A troca dos lacres pela cadeira foi realizada na semana passada. Um motorista do município, Elton da Silva Souza, foi até São Paulo com a caçamba do veículo repleta de garrafas pet de dois litros com os lacres.

“Enquanto coordenador da campanha valorizo esse resultado mais como um fator educativo e solidário do que pelo valor da cadeira em si. Nesse período foi possível despertar nas pessoas a importância de cuidar do meio ambiente. Também tivemos vários alunos que motivados por seus professores contribuíram juntando lacres. Isso sim é muito significativo”, disse Pradinho.

De acordo com a Prefeita Fátima, a cadeira será encaminhada para o Fundo Social de Solidariedade que poderá ceder em forma de comodato à famílias que estiverem necessitando. “Depois que a pessoa usar e não precisar mais, vamos poder atender a outras famílias”, explicou.

Polo Regional

Por ter sido a primeira cidade do interior paulista a atingir a meta, Castilho foi escolhida para ser sede regional da coleta de tampinhas e lacres. O posto de coleta continuará sendo o setor de Obras, localizado na rua José Manoel de Ângelo, 898, centro.

“Agora toda região poderá trazer as tampinhas aqui para Castilho e nós que faremos a troca em São Paulo. Esta é uma campanha contagiante e queremos i mais breve possível atingir nova meta”, finalizou o coordenador.