Quinta-Feira, 12 de Dezembro de 2019
 

Prefeita Fátima concede Vale Alimentação para servidor afastado por doença

Castilho – A Prefeita Fátima Nascimento concede mais um benefício aos servidores públicos municipais. Com aprovação da Câmara, a partir de agora o vale-alimentação não será mais suspenso quando o funcionário estiver afastado por motivo de alguma das 14 doenças elencadas na Lei.

“Desde o início desta gestão priorizamos melhor qualidade de vida aos servidores do município para melhor servir as famílias castilhenses”, destacou a Prefeita Fátima. “Com essa nova lei daremos dignidade ao trabalhador, pois é no momento da doença que ele necessita de apoio já que terá mais gastos com remédios ou com o tratamento. Cortar o vale alimentação nessa hora é penalizar mais ainda a pessoa que já está fragilizada”, defendeu Fátima Nascimento.

Conforme a Lei, quando o funcionário estiver enquadrado entre as patologias poderá solicitar o benefício. Esse pedido deverá ser por meio de requerimento fornecido pelo Departamento de Recursos Humanos, devidamente comprovado por laudo médico, ratificado por perícia médica do trabalho municipal.

As doenças que serão aceitas para não suspensão do vale são: Tuberculose ativa; Hanseníase; Alienação mental; Neoplasia maligna; Cegueira; Paralisia irreversível e incapacitante; Cardiopatia grave; Doença de Parkinson; Espondiloartrose anquilosante; Nefropatia grave; Estado avançado da doença de Paget (osteíte deformante); Síndrome da deficiência imunológica adquirida - Aids; Contaminação por radiação, com base em conclusão da medicina especializada; e Hepatite grave.

Atualmente a Prefeitura de Castilho paga aos servidores R$ 600,00 em Vale-Alimentação, considerado o maior da região. Porém, quando havia algum afastamento para tratamento médico o benefício era suspenso automaticamente. Em sua justificativa, a Prefeita deixou claro que também atendia pedidos tanto do Legislativo, quanto do Sindicato de representação da categoria.

Para o presidente do sindicato dos servidores, Benedito Alves Santana, o Ditão, essa é mais uma conquista de todos. “Os funcionários me cobravam muito a respeito. Então é sim uma excelente e agradecemos a sensibilização da Prefeita Fátima e da Câmara. Tivemos já vários servidores que se afastaram por doenças e nessas horas sentiam muita falta desse vale”, agradeceu Ditão.

Tião Japonês também comungou da mesma opinião que o presidente do Sindicato. “Com certeza é um benefício que atenderá o funcionário no momento de maior necessidade e nós vereadores não poderíamos jamais votar contra”, finalizou.