Quarta-Feira, 11 de Dezembro de 2019
 

Câmara aprova projeto que promete revolucionar Castilho

Castilho – A Prefeita Fátima Nascimento recebeu com bastante entusiasmo o resultado de aprovação do projeto mais ousado de sua Administração. Com o “Sim” da Câmara, ela poderá realizar operação de crédito junto à Caixa Econômica Federal no valor estimado de até R$ 17 milhões. Recurso este que colocará Castilho no topo das cidades inovadoras do Estado de São Paulo.

“Daremos uma grande guinada em favor do progresso de nossa querida Castilho. Destaco especialmente os seis vereadores que votaram favoráveis ao projeto. Isso demonstra que esses vereadores amam nossa cidade e querem um futuro melhor para todos”, elogiou a Prefeita. Ela se referiu diretamente ao presidente da Câmara, Tião Japonês, bem como aos demais vereadores João Paulo Araújo, Flávio Nascimento, Juliano Viscovini, Daniel Batista de Oliveira e Waldomiro Evangelista da Cruz.

De acordo com o Projeto aprovado, a proposta da Prefeita Fátima é modernizar a Iluminação Pública, e propiciar a implantação de sistema de geração própria de energia elétrica – Usina Fotovoltaica.

“Iremos substituir a iluminação pública atual por lâmpadas modernas, usando da tecnologia de LED, que apresenta baixo custo de consumo e manutenção”, explica Fátima. Atualmente Castilho tem um elevado consumo de energia elétrica com custo mensal em torno de R$ 130 mil. Com a instalação da Usina Fotovoltaica, a geração de energia será própria o que resultará em economia aos cofres públicos.

“Quando identificamos os resultados que serão atingidos chegamos à conclusão da premência em investir em um programa de eficiência energética, pois de outra forma, seria negligenciar a economicidade que o Município obterá com este projeto”, defende a Prefeita.

Esta afirmação não é nenhuma novidade, é uma conclusão de domínio público, porque através de simples pesquisa é possível observar que Estados e Municípios brasileiros também estão implantando seus programas de eficiência energética e geração de energia, consolidando a tecnologia. Outro benefício da ação se refere ao respeito para com o meio ambiente.

A vida útil da Usina Fotovoltaica é estimada em 25 anos e as lâmpadas LED 15 anos, cuja manutenção está prevista no custo. “O Distrito Industrial e Comercial terá sim uma indústria. É a nossa indústria. Serão praticamente 15 mil metros de placas às margens e na entrada do trevo da cidade. Considero um projeto arrojado. Acredito que será com esta indústria que haverá muitas outras a serem instaladas em Castilho e que vão gerar centenas de empregos”, concluiu Fátima.

Investimento

A Prefeita Fátima promete investir ainda na renovação da frota municipal. Hoje a maior parte está sucateada e comprometendo o serviço de atendimento à população.

Por conta disso, a Chefe do Executivo diz que agora será possível a compra de 10 (dez) ônibus para o transporte de alunos às escolas, 02 vans de transporte de saúde para pacientes da oncologia; 02 caminhões coletores de lixo; 02 caminhões caçamba; 02 tratores para atendimento nas áreas rurais; 01 retroescavadeira; 01 caminhão pipa – bombeiros; 01 caminhão de transporte de caçambas de lixo (poliguincho).