Sexta-Feira, 18 de Outubro de 2019
 

Estado homenageia os policiais nota 10 do mês

Integrantes das polícias Civil, Militar e Técnico-Científica foram reconhecidos por atuações em ocorrências de destaque e bom desempenho

São Paulo - O Governador em exercício Rodrigo Garcia e o Secretário da Segurança Pública, General João Camilo Pires de Campos, homenagearam na quarta-feira (10) integrantes das polícias Civil, Militar e Técnico-Científica com o certificado “Policial Nota 10”. O evento aconteceu na sede do Governo de São Paulo, o Palácio dos Bandeirantes.

“No Policial Nota 10, se reconhece o trabalho de um policial que teve um ato de bravura e defendeu a sociedade. Isso cria uma referência e mostra o respeito que o povo de São Paulo tem pela sua polícia”, disse Garcia.

As ocorrências que levaram a condecoração aos mais de 20 profissionais envolveram grandes apreensões de drogas, resgates, além de prisões, inclusive de integrantes de uma organização criminosa. Também foi destacado o trabalho pericial para a resolução de um homicídio.

“Quando você presta uma homenagem a um integrante de uma corporação você está homenageando toda a corporação. Eu tenho a convicção que todos se sentem enriquecidos com esta homenagem”, afirmou o secretário.

Criado pela atual gestão da Secretaria da Segurança Pública, a iniciativa tem como objetivo reconhecer e estimular o bom trabalho policial em todo o Estado. Nesta edição da homenagem foram selecionados 13 policiais militares, nove civis e dois técnico-científicos. Um médico do Grupo de Resgate e Atenção às Urgências e Emergências (Grau) também foi agraciado.

Polícia Militar

O 1º tenente João Luiz Rufino Rocha, o subtenente José Alexandre de Almeida Padilha, o 2º sargento Danillo Brandão Belote, e os cabos Paulo Inácio Vitor, Claudionou de Albuquerque Rocha, Douglas de Paula e Robson Alves Batista, integrantes do 3° Batalhão de Policiamento de Choque (BPChq), formam uma das equipes homenageadas.

O grupo, com auxílio da cadela Dara, apreendeu mais de 60 quilos de drogas, além de armas, munições, carregadores, balanças de precisão e anotações sobre o tráfico de drogas, durante uma operação realizada no dia 29 de maio, em Paraisópolis, na zona sul da Capital.

O tenente-coronel Alexandre José Gomes, a 1ª tenente Mayara Roberta Mieko Tanaka de Moraes e o cabo Milton dos Santos, integrantes do Comando de Aviação da Polícia Militar, além do médico Fernando Paulo, do Grau, também foram agraciados durante a cerimônia.

À frente do helicóptero Águia 16, a equipe agiu com rapidez e fez o possível para resgatar e salvar a vida de um cabo da PM, de 34 anos, no dia 26 de junho, em Ferraz de Vasconcelos. A vítima havia sido baleada por criminosos que haviam praticado um roubo e não resistiu.

A terceira ocorrência destacada foi a que resultou na prisão de três pessoas que tentavam incendiar um ônibus com o motorista e o cobrador no interior do veículo, durante as manifestações do dia 14 de junho. O trio foi preso pelo cabo Denis Amaral Dantas, homenageado, que integra o Departamento de Suporte Administrativo do Comando Geral da PM.

Finalizando as homenagens à instituição, o cabo Victor Hugo Valério dos Santos e o soldado Marcos Adriano Soares, integrantes do 20° Batalhão de Polícia Militar Metropolitano (BPM/M), foram condecorados pela prisão de quatro homens com 4,7 toneladas de maconha, no dia 30 de junho, em Barueri.

Polícia Civil

Representando a Polícia Civil, foram agraciados o delegado Rafael Guimarães Corrêa Lodi e os investigadores Alexandre Simone Silva, Tarzo Vinicius Ferreira e Emerson Polachini, integrantes da Divisão Antissequestro (DAS), do Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP); bem como a delegada Sílvia Elisa Ruivo Valério Mendonça, o investigador José Guilherme da Silva e o agente policial André Luis da Silva, integrantes da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) da região de Ribeirão Preto.

Graças ao trabalho dos agentes, foi possível resgatar um empresário, de 74 anos, que havia sido sequestrado e era mantido refém em uma chácara, em Jardinópolis. Na ação, realizada em 19 de junho, quatro criminosos foram presos.

Completando a lista de homenagens da Polícia Civil, receberam o certificado o agente de telecomunicações Ariel Nahum Ângelo Correa e o investigador Salmo Augusto Coelho da Silva, integrantes da Delegacia Seccional de Guaratinguetá. Os policiais foram responsáveis pelas investigações que resultaram na prisão de 15 integrantes de uma organização criminosa voltada ao tráfico de drogas. A maioria das prisões aconteceu no dia 10 de maio, durante a operação Statera.

Polícia Técnico-Científica

Por parte da Superintendência de Polícia Técnico-Científica, foram agraciados os peritos criminais Rafael Rodrigues de Matos e Rafael Rodrigues Hatanaka, integrantes do Núcleo de Perícias Criminalísticas de Araraquara. Por meio do trabalho da dupla foi possível esclarecer o homicídio que vitimou um cabo da Polícia Militar no dia 4 de junho, na cidade em que atuam. Três pessoas, responsáveis pelo crime, foram presas.