Sábado, 19 de Janeiro de 2019
 

Castilho declara guerra contra a Dengue para evitar epidemia

Castilho – A Secretaria Municipal de Saúde iniciou nesta semana um combate intensivo contra a dengue. O combate iniciou pelo bairro Laranjeiras onde foi registrado o maior número de casos em toda cidade.

De acordo com Samantha Del Negro, agente de instrução, educação e comunicação da Secretaria, em dezembro a cidade registrou 154 casos suspeitos e um terço desse número (49) foi apenas no Laranjeiras.

Na comparação dos casos positivos de dengue, a preocupação no bairro é ainda maior. Pois dos 154 suspeitos em toda cidade, 33 exames confirmaram que os pacientes realmente tiveram dengue. E dessas 33 pessoas, 14 delas são moradoras do Laranjeiras.

“Esse é um dos motivos que iniciamos a ação pelo bairro. Estamos trabalhando com visitas dos agentes de vetores, eliminando criadouros e realizando aplicação de inseticida”, explicou Samantha.

Além dos Agentes de Vetores do município, o combate a dengue conta ainda com suporte da Sucen que está com três equipes atuando pela cidade. Para a secretária de Saúde, Janini Nascimento, é preciso que haja cooperação dos moradores também, pois a guerra contra a dengue é uma guerra de todos.

“Estamos trabalhando para que este ano, apesar de ser um ano com risco de epidemia em virtude do ciclo a cada três anos, esperamos que não tenhamos maiores problemas”, avalia Janini.

Resistência

Uma das maiores dificuldades que os agentes estão encontrando no bairro Laranjeiras são as casas fechadas. Os moradores precisam franquear a entrada dos agentes para que primeiro façam o bloqueio, que é a retirada de materiais usados como criadouros do mosquito, e em seguida vem a equipe de nebulização passando o inseticida.

De acordo com a secretária, esse trabalho será estendido a toda cidade. No próximo sábado, 12, está programado mais um mutirão da Saúde para acelerar as ações e o combate total a dengue.