Sábado, 15 de Dezembro de 2018
 

Palestras alertam da importância de proteger crianças contra Polio em Andradina

Palestras sobre a Poliomielite e a importância da participação na campanha de vacinação

Andradina - O Governo de Andradina por meio da Secretaria de Saúde realizou, na quarta-feira (8), palestras sobre a Poliomielite e a importância da vacinação.

Aberto ao público, o evento foi realizado na Câmara Municipal e contou com a participação do governador do distrito 4470 do Rotary Club, Sidney Garcia de Souza e Willian Tadashi Sakimoto, governador assistente, para explicar o envolvimento do Rotary Andradina nas campanhas de vacinação da cidade, e da infectologista da vigilância epidemiológica de Andradina, Drª Terezinha M. Gomes Manteiga que apresentou a importância da imunização.

Em Andradina, a campanha de vacinação contra a Poliomielite vai até o dia 31 de agosto em todos os postos de saúde do município. “O intuito da parceria é alerta a população para a vacinação da Polio e do Sarampo. Eram duas doenças que estavam erradicas no Brasil e fomos surpreendidos pela volta do Sarampo. Queremos que a população participe porque é sobre a proteção de nossas crianças”, comentou o secretário de Saúde, Marcelo Gimenez.

Além da vacinação diária nos postos de saúde, o Dia D da Campanha será 18 de Agosto e as salas de vacina das unidades permanecerão abertas das 8h às 16h. Segundo explica Gimenez todas as crianças entre 1 e 5 anos devem comparecer nas unidades. Quem estiver com o esquema vacinal incompleto receberá as doses necessárias para atualização e quem estiver com o esquema vacinal completo receberá outro reforço.

Crianças que nunca foram imunizadas contra a pólio vão receber a Vacina Inativada Poliomielite (VIP), na forma injetável. Crianças que já receberam uma ou mais doses contra a pólio vão receber a Vacina Oral Poliomielite (VOP), na forma de gotinha. Haverá também imunização contra o Sarampo.

Conforme previsto no Calendário Nacional de Vacinação, adultos com até 29 anos que não tiverem completado o esquema na infância devem receber duas doses da Tríplice Viral e adultos com idade entre 30 e 49 anos devem receber uma dose da Tríplice Viral. O adulto que não souber sua situação vacinal deve procurar o posto de saúde mais próximo para tomar as doses previstas para sua faixa etária.

“Em 2011 era mais de 100% de cobertura, hoje está em cerca de 54% no Brasil. Estamos em um movimento de conscientização. Nós só temos um jeito de acabar com a pólio, e é com a vacina”, ressaltou Sidney Garcia.