Sábado, 17 de Fevereiro de 2018
 

Alunos da rede estadual podem se divertir e aprender com o xadrez

(Foto: Noticias R7)

Atividade está presente no currículo de diversas disciplinas escolares; Programa Escola da Família tem ações para desenvolver habilidades no jogo

Na volta às aulas, o grande desafio dos alunos é a concentração e organização para a rotina de estudos e o xadrez pode ser um aliado importante para superá-lo. A prática do jogo de tabuleiro trabalha o raciocínio lógico, estratégia e criatividade, competências essenciais para o processo de ensino e aprendizagem.

Além de ser utilizado em momentos de lazer, o xadrez também está presente no currículo do Estado de São Paulo dos anos finais do Ensino Fundamental (6º ao 9º ano) e no Ensino Médio. Em Matemática, o jogo é usado no estudo da Geometria e dimensões especiais; em História, na análise do capital, aspectos sociais e políticos; em Educação Física, na abordagem do fair play; e em Arte, na criação do tabuleiro e suas peças.

Para quem ainda não sabe jogar ou não tem muita prática, durante as atividades do Programa Escola da Família, há oportunidades de desenvolvimento da técnica. Além desses encontros, o vice-diretor do programa, Airton de Souza, realizou uma videoconferência dando detalhes das regras e estratégias da partida e ainda dicas de como criar seu próprio tabuleiro e peças com recicláveis. Confira neste link:http://www.escoladeformacao.sp.gov.br/portais/Default.aspx?tabid=4572&EntryId=4316

Outra possibilidade é reunir os amigos para jogar o xadrez humano. Para isso basta soltar a criatividade e com papéis de jornal ou cartolina criar chapéus simbolizando as peças (peões, rainha, rei, bispos, cavalos e torres) que serão representadas pelos colegas. Já, as 64 “casas” podem ser desenhadas com giz. Ao todo serão 16 “peças” para cada lado e os jogadores ficam do lado de fora do tabuleiro formulando as táticas do jogo.

Secretaria da Educação do Estado de São Paulo-Assessoria de Comunicação e Imprensa.