Quarta-Feira, 21 de Agosto de 2019
 

Palácio de Itapura pode ser restaurado com recursos do Estado

Itapura - A Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo lançou este ano edital para preservação do patrimônio cultural, que vai selecionar projetos de restauro por meio do programa de Ação Cultural. Três prédios históricos do Estado estão neste pacote, incluindo o Palácio do Imperador de Itapura. Por meio deste edital, o Governo do Estado está ofertando um projeto de restauro para os proprietários dos imóveis selecionados - no caso do Palácio do Imperador, o responsável é a Prefeitura de Itapura.

Com o projeto em mãos, os proprietários terão diversas possibilidades para o financiamento da obra, como a captação de recursos do Estado e da União, pedido de recursos ao Fundo de Interesses Difusos ou a realização de convênio com a própria Secretaria de Estado da Cultura, via emenda parlamentar. O melhor projeto de restauro para o Palácio do Imperador receberá prêmio de R$ 240 mil, conforme estipulado no edital para a restauração de imóveis tombados pelo Condephaat.

Além desta construção, serão beneficiados a Casa Caramuru (Ribeirão Preto) e o Sobrado Coronel Esmédio (Porto Feliz). A ação totaliza R$ 1 milhão em prêmios. "A secretaria buscou priorizar o investimento no interior do Estado, selecionando edifícios importantes para a história paulista e cuja necessidade de restauro já estivesse identificada", explica a pasta, por meio da assessoria de imprensa. No dia 17 de outubro, a secretaria divulgou que cinco projetos foram apresentados para o Palácio do Imperador, todos da iniciativa privada.