Domingo, 22 de Setembro de 2019
 

Grupo Amor Pleno se reúne para palestra sobre Aleitamento Materno

Os encontros ocorrem uma vez ao mês e é coordenado pelo Viver Bem da Unimed Andradina

Andradina - Na quarta-feira, 14, o Grupo Amor Pleno – Gestantes, coordenado pelo Viver Bem da Unimed Andradina, se reuniu para uma palestra sobre Aleitamento Materno. Entre os principais temas abordados estiveram: ordenha manual e elétrica, armazenamento, retorno ao trabalho, acessórios para amamentação e formas de ofertar o leite.

De acordo com a enfermeira e consultora em aleitamento materno, Alessandra Pereira, o assunto muitas vezes é encarado de forma errônea, assuntando as futuras mamães. “É normal sentirmos receio, é algo novo, nunca experimentado. Porém, existem algumas técnicas que aliviam possíveis desconfortos e ajudam a tornar esse momento ainda mais especial”.

Um dos assuntos mais debatidos foi a livre demanda, onde a criança é amamentada sem restrições de horários e tempo de permanência na mama. “Nos primeiros meses, tanto o bebê quanto a mãe passam por uma adaptação, portanto, não é indicado regular mamadas. Sempre que a criança sentir necessidade é importante que seja amamentada. Em geral, um recém-nascido, que é alimentando apenas pelo leite materno, mama de oito a doze vezes ao dia”, explicou Pereira.

Outro ponto bem interessante é necessidade da ordenha no período de apojadura, evitando alguns problemas para a mamãe. “Não realizar esse processo pode contribuir com o Ingurgitamento mamário, mastite, e a diminuição da produção de leite”, finalizou a enfermeira Alessandra.