Domingo, 18 de Agosto de 2019
 

A lei é para todos

O Sindicato dos Delegados de Polícia Federal do Estado de São Paulo e o Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo parabenizam a firme atuação da Polícia Federal e da Justiça Federal, que não hesitaram em aplicar a lei em face de investigados, dentre os quais o ex-presidente da República.

A partir desta fase deflagrada ontem, é imprescindível apontar o fato de que a Operação Lava Jato é apartidária e os delegados de polícia que nela trabalham são estritamente técnicos no tocante às investigações, inquirições, realização de diligências, coleta de provas materiais e representação por medidas cautelares.

A Operação Lava Jato passou por momentos difíceis, sobretudo no que diz respeito às tentativas de ingerência na Polícia Federal. Isso demonstra que ela desagrada grandemente aqueles que possuem algum débito – ainda oculto – para com a sociedade ou com a Justiça.

Finalizando, é preciso ressaltar que a ação de ontem traz a reflexão sobre a necessidade de mudança nas normas que tratam do “foro privilegiado”. Há uma escolha a ser debatida: ou se elimina de vez esse instituto ou se aparta as polícias judiciárias, a Federal e as Civis dos estados, do seio dos respectivos poderes executivos.

A Polícia Federal e as Polícias Civis devem ter plena autonomia funcional, administrativa e financeira para exercerem livre e legalmente suas atribuições enquanto instituições de Estado, jamais de governantes. A lei é para todos.