Quarta-Feira, 21 de Agosto de 2019
 

Balanço positivo da Secretaria de Saúde agrada população castilhense

Castilho – Um balanço dos últimos dois anos apresentado pela Secretaria Municipal de Saúde é destaque em Castilho. Os números agradaram não só a Prefeita Fátima Nascimento, mas principalmente os moradores beneficiados com as ações do setor.

O que mais surpreendeu a Chefe do Executivo foi a agilidade que tirou muita gente da fila de espera para exames ou pequenas cirurgias. Pacientes que aguardavam desde 2014 por um procedimento se beneficiaram com os mutirões de atendimentos contratados pela Administração.

Um dos exemplos foi o de catarata. Segundo informações da secretária Janini Nascimento, havia cerca de 800 pessoas aguardando por essa cirurgia; Em dois anos o município diminuiu a demanda em 80%. Atualmente existem apenas 156 pacientes na fila de espera. “Nosso objetivo é poder zerar esses números o mais breve possível”, afirma Janini.

Para cirurgias de Glaucoma havia mais de 500 pessoas na fila. Com a realização de 523 intervenções, hoje a demanda é de apenas 34. Outro número interessante foi o de ressonância. Entre 2017 e 2018 foram 110 atendimentos para este caso restando apenas 12. No geral, a Secretaria de Saúde informou à Prefeita ter realizado nesse período de dois anos aproximadamente 10 mil procedimentos cirúrgicos, 10 mil procedimentos ambulatoriais e 6 mil atendimentos AME de Andradina.

Números

Conforme o balanço apresentado detalhadamente foi encaminhado 288 pacientes que necessitavam de procedimentos neurológicos; 220 com necessidade de procedimentos de urologia; 120 com necessidade de cirurgias vasculares; 116 com necessidade de procedimentos de otorrinolaringologia; 1440 necessitando ultrassom obstétrica; 1807 pacientes necessitando atendimentos oncológicos; 587 pacientes necessitando atendimentos ambulatoriais; 6692 pacientes precisando ser atendidos em especialidade médica; 480 próteses dentárias; 300 micro cirurgias; 10 pacientes à espera de cadeira de rodas elétricas.

“Todos estes pacientes à espera desde 2014, e, nos anos de 2017 e 2018, foram atendidos. Os novos pedidos e encaminhamentos estão sendo atendidos em pequeno período de espera, através de avaliação de equipe médica e por convênio firmado com Castilho”, explica Janini.

Além dos atendimentos realizados em Castilho, a secretaria de Saúde realizou centenas de encaminhamentos para a região, tal como 1000 cirurgias nos hospitais de referência da regiao; 400 cirurgias no hospital de Mirandópolis; 2 mil procedimentos cirúrgicos em Ilha Solteira; 6 mil procedimentos no AME Andradina; 3 mil procedimentos feitos pela Fundação Pio XII entre outros.

CIS

No Centro Integrado de Saúde foi implantado uma ala para pequenas cirurgias e realizadas nesse período 300 pequenas cirurgias. “Em julho de 2017 foi criada a regulação médica e montada a comissão de monitoramento hospitalar, proporcionando maior agilidade no atendimento de urgência e emergência”, diz Janini.

A prefeita Fátima comemorou os resultados. “Temos muito que fazer e iremos investir muito mais na Saúde de Castilho. Nossa população merece o melhor e temos trabalhado para melhorar a qualidade de vida de nossa gente”, finalizou Fátima.