Sexta-Feira, 19 de Abril de 2019
 

Cine Paiaguás exibe o documentário “Triunfo”

Ilha Solteira - Na próxima quarta-feira, 07, o Cine Paiaguás dá início ao Festival “(Re)Existência Negra”, promovido pelo Ponto MIS de Ilha Solteira em alusão ao Dia da Consciência Negra. O cartaz será o documentário “Triunfo”, que começa a partir das 20 horas, com entrada gratuita e classificação livre.

O Ponto MIS é uma parceria entre a Prefeitura de Ilha Solteira, por meio do Departamento de Cultura, a Fundação Cultural e o Museu da Imagem e do Som de São Paulo (MIS).

O documentário “Triunfo” traz Nelson Triunfo, que é dançarino, compositor e "sociólogo da favela", como ele prórpio se define. Do sertão pernambucano, ele saiu para balançar os bailes blacks nas décadas de 1970 e 1980. Ainda na época da ditadura, bateu de frente com os militares e abriu alas para a cultura de rua no Brasil.

O documentário "Triunfo" presta um tributo àquele que é considerado o pai do hip-hop no Brasil. O filme é dirigido por Caue Angeli e tem participação de Carlinhos de Jesus e Os Gemeos.

O Festival “(Re)Existência Negra” continua ao longo de todo o mês de novembro no Cine Paiaguás. Serão exibidos ainda os longas “Última Parada 174”, no dia 14; “Branco Sai, Preto Fica”, no dia 21; e “Bróder”, no dia 28.

Sobre o programa – O programa Ponto MIS é realizado em parceria com o Museu da Imagem e do Som de São Paulo (MIS). Seu objetivo é levar sessões de cinema gratuitas, promovendo o acesso ao cinema e formação de público, com programa com filmes, além de oficinas e palestras realizadas pelo Núcleo Educativo do museu.

As sessões gratuitas de cinema acontecem toda quarta-feira, no Cine Paiaguás, e as oficinas são oferecidas bimestralmente, na Biblioteca Municipal Assis Chateaubriand.