Quarta-Feira, 26 de Junho de 2019
 

Em discurso, vereador Negão Xavier se referiu a servidores públicos como “porcaria”

“Pronunciamento gerou revolta contra o parlamentar que também pertence a categoria”

Murutinga do Sul – “Quando a boca funciona antes do cérebro”, acontece situações desagradáveis que talvez se o indivíduo tivesse pensado, não propagaria tanta asneira como a que foi proferida pela boca do vereador, Nilson Xavier de Carvalho – Negão Xavier (PPS).

O parlamentar estava pedindo para que houvesse operação tapa-buracos na entrada do cemitério e reclamando da quantidade de funcionários à disposição do almoxarifado e criticando o deslocamento temporário de 4 funcionários supostamente responsáveis pela limpeza da cidade pelo fato de os mesmos terem sido designados para ajudar a carregar cadeiras no centro cultural em horário de serviço. Talvez o vereador não tenha conhecimento que o correto é de fato usar os servidores em horário de serviço e não fora de seu expediente de trabalho.

Mas a falácia do parlamentar veio em seu auge ao usar a tribuna da Casa de Leis, em sessão extraordinária na quinta-feira (30/10), onde Negão Xavier, na explicação pessoal (tema livre), no ápice de sua ignorância e descontrole emocional, generalizou e ofendeu os servidores públicos municipais de Murutinga do Sul.

Negão Xavier, classificou os servidores públicos municipais de Murutinga do Sul, como tanta porcaria – “... é uma vergonha com tanta porcaria trabalhando dentro dessa Prefeitura. Tanta porcaria, tá, que recebe em dia, num faz nada, num faz nada” – esbravejou o vereador.

A repercussão negativa contra o vereador se estendeu rapidamente entre os servidores e população de uma forma geral. Servidores usaram redes sociais para criticar a postura do colega de profissão, que quiçá tenha se lembrado que também é servidor público municipal.

O prefeito Gilson Pimentel, usou rede social para criticar a postura do vereador - “Microfone e tribuna é pra quem sabe e não pra quem quer... Vai treinando, lendo, pesquisando... talvez um dia vc aprende nobre Edil... O funcionário público de Murutinga é o maior patrimônio que temos... Ahhh. Sou filho de um ... que trabalhou mais de 37 anos... O senhor falou besteiras....” – postou o prefeito, Gilson Pimentel no facebook.

O vereador Negão Xavier é concursado como agente de vigilância no município de Murutinga do Sul, ou seja, também pertence a categoria de servidor público municipal.

Decoro

As ofensas feitas pelo vereador Negão Xavier, poderão lhe custar uma grande dor de cabeça se porventura algum munícipe, partido político ou até mesmo outro vereador, representar a conduta do vereador como indecorosa, podendo lhe custar até o mandato de vereador.

Isso por que o Regimento Interno da Câmara no artigo 18, XVI, a) – “Quanto as relações da Câmara” diz que a Câmara tem por obrigação “superintender e censurar a publicação dos trabalhos da Câmara, não permitindo a de pronunciamento que envolverem ofensas às instituições nacionais, propaganda de guerra, subversão da ordem política ou social, de preconceitos de raças, religião ou de classe, que configurem crimes contra a honra ou cativarem incitamento a práticas de crimes de qualquer natureza.

Ainda de acordo com o artigo 77 do mesmo regimento, diz respeito a instalação de Comissão Processante, para apurar infrações politico-administrativa do prefeito ou de vereadores no desempenho de suas funções.

Caso 2/3 dos vereadores acatarem a instalação de CP, Negão Xavier, será afastado do cargo para apuração dos fatos e se comprovado a quebra de decoro, poderá culminar com a cassação de seu mandato de vereador.

Ignorante

Da mesma forma que o vereador chamou os servidores de “porcaria”, Negão Xavier, ao se queixar do deslocamento de 4 servidores da limpeza, também generalizou a cidade de Murutinga do Sul, afirmando que a cidade está em situação “imunda”, e pior, o vereador se quer sabia para qual evento os servidores foram deslocados “à carregar cadeiras”.

Negão Xavier, ao querer fazer média com os 4 servidores da limpeza, acabara se sujando ainda mais ao afirmar que mesmo os funcionários estando incumbidos da limpeza da cidade, afirma que a cidade está imunda, fato que o simples fato de os servidores ter sido deslocados para carregar cadeiras, não mudou o aspecto de limpeza da cidade, segundo a afirmação do vereador.

Demonstrando interesse politiqueiro, o vereador sem saber o que estava falando e apenas com intuito de denegrir a atual administração, Negão Xavier afirma que foi pago ao “diretor da escola” os direitos dele no ato, mas que tem um amigo dele que aposentou com salário mínimo e não recebeu seus direitos.

O vereador Negão Xavier deve estar sofrendo de amnésia ou agindo de “má fé”, pois o diretor da escola a qual ele se refere, deveria ter recebido seus direitos na gestão passada, a qual o parlamentar era aliado e não dava expediente no serviço público, segundo relatos de servidores ouvidos por nossa reportagem, já que a determinação do pagamento foi por determinação judicial e que o outro servidor que fora aposentado com salário mínimo, infelizmente está sendo vítima da ingerência do ex-prefeito José Célio Campos, que comprometeu o erário público em mais de R$ 5 milhões.