Quarta-Feira, 26 de Junho de 2019
 

Praia de Itapura virou "boca de fumo", acusam comerciantes

Itapura - Moradores, turistas e comerciantes da cidade de Itapura estão indignados com o estado de abandono em que se encontra um dos mais belos cartões postais da cidade: a Praia. Populares ouvidos pela reportagem do Portal de Notícias relataram que há mais de três anos a situação degradante do principal atrativo da cidade tem afastado os turistas e contribuído para a queda no faturamento do comércio local.

"A praia parece servir só para os cachorros atualmente", disse um dos entrevistados. Proprietário de um dos quiosques construídos ainda na época da revitalização da praia, ele afirmou que nos últimos anos, "pouquíssimas pessoas visitam o local". Este é o principal motivo para que ele e sua família estejam considerando a possibilidade de encerrar suas atividades comerciais na praia.

O descaso com o belíssimo cenário não é culpa apenas da administração comandada pelo prefeito Jerry Jeronymo. Parte da culpa também pertence à população. Uma breve visita à área é suficiente para qualquer um encontrar centenas de latas de cerveja, garrafas de refrigerantes e vários outros lixos abandonados em diferentes pontos ao longo da orla.

Outro problema relatado à nossa reportagem é que o abandono da praia está favorecendo o comércio e consumo de drogas no local. A praia virou ponto de encontro de usuários de drogas e comércio de entorpecentes e isto tem sido motivo de várias cobranças nas sessões do Legislativo.

Informações extra-oficias obtidas por nossa equipe dão conta de que a prefeitura deve iniciar ainda neste final de semana os trabalhos de limpeza da praia, mas a informação não pode ser confirmada por nossa reportagem, já que a administração de Jerry Jeronymo não possui uma Assessoria de Imprensa.

Intervenção?

Uma ampla discussão iniciada na internet por um comerciante do município revela uma possível causa para o problema. Segundo a postagem feita no Facebook em 15 de março deste ano por um internauta, há rumores de que "uma intervenção do Ibama ou algo assim que não deixa a administração limpar a praia". A falta de acesso à Administração Municipal também não nos permitiu confirmar a veracidade desta informação.

Independente da existência ou não de alguma intervenção, nossa reportagem não conseguiu obter nenhum documento que comprove o esforço do prefeito Jerry Jeronymo de reverter a situação e obter recursos para investimentos na praia. As únicas referência políticas ao descaso partem da Câmara de Vereadores, que engrossam as críticas dos moradores. "E se for problema do Ibama ou algum poder ambiental, por que não correr atrás disso e ver a nossa prainha com mais carinho? Será que uma cidade dessa tem condições de virar uma estância turística?", questiona de forma enfática o já mencionado internauta.

Enquanto a Prefeitura se mostra inerte diante deste problema, os moradores e visitantes da cidade seguem comparando com saudades e tristeza a realidade de uma praia onde até bem pouco tempo atrás era possível mergulhar nos rios e ver o peixe. Por hora, as fotos do local demonstram apenas plantas aquáticas e uma praia deserta, em contraste com o belo por do sol e em desafio à possibilidade de crescimento socioeconômico do município.